Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design%20sem%20nome_edited.jpg

Comissão dos bens culturais da Igreja

É importante que toda a diocese possua uma comissão responsável pela conservação e restauro dos bens culturais da Igreja, devendo realizar análise prévia dos projetos de construção, modificação e restauro das edificações e seus acervos.

Outro papel fundamental da Comissão de Bens Culturais é fazer a integração entre a Igreja e os demais atores envolvidos com a preservação do patrimônio cultural, a saber: IPHAN, INEPAC, IRPH, Ministério Público, pois os desafios da preservação e manutenção dos bens culturais são muitos, e somente com o envolvimentos de todos é que resultados mais positivos poderão ser alcançados.

Design sem nome (4).png

Membros da Comissão

  • Cardeal Orani João Tempesta – Presidente

  • Pe. Silmar Alves Fernandes – Curador 

  • Fernandes Elias Júnior – 1º Secretário

  • Frederico Morato Nery – 2º Secretário

  • Cândido Feliciano da Ponte Neto (in memoriam)

  • Carlos Alberto Serpa de Oliveira

  • Claudine Milione Dutra

  • Daisy Gil Ketzer

  • Dom Edney Gouvêa Mattoso

  • Pe. Eraldo de Souza Leão Filho

  • Pe. Henrique Jorge Diegues

  • Pe. Jefferson Gonçalves de Araújo

  • Mons. José Roberto Rodrigues Devellard (in memoriam)

  • Júlio César Coutinho Fernandes

  • Côn. Marcos William Bernardo

  • Marcus Paullus Guimarães Passos

  • Dom Mauro Fragoso

  • Pe. Rafael Siqueira Silva Pinho Souza

  • Pe. Robson Cristo de Oliveira

Design sem nome (4).png

Palavra do Curador

A memória de todo patrimônio artístico da fé da Igreja não é tão somente um lugar de lembrança construído, fixado e datado no passado, mas um lugar de herança material e espiritual atualizado no presente pela fé que se preserva no coração de cada homem e que é capaz de dar vigor à sua mente num futuro possível com humanismo cristão.

Este é o mundo que desejamos ecoar em seus espaços sagrados preservados: a fé viva, a inquebrantável esperança e o amor desdobrável sobre a terra. Esta evocação vívida da memória do patrimônio da Igreja a ser preservada recorda não apenas sua dignidade, mas a própria transcendência que lhe é constitutiva, seu olhar voltado para a cidade dos homens que não olvida a cidade perene de Deus.

 

É justamente aqui que a criatura humana reconhece o seu Criador, que sopra intermitente sobre seu ouvido todo o engenho criativo, para que o mundo não pareça um deserto cheio de desolações, mas antes que existam muitos oásis neste universo aonde ele é um sedento peregrino da Eterna Beleza.

Nossa tarefa principal como membros desta Comissão de Preservação do Patrimônio Histórico e Cultural da Arquidiocese é de vigilantes operários e guardiães servidores. Que Deus nos ajude nesta missão.

Pe. Silmar Alves Fernandes 

Curador da Comissão de Preservação do Patrimônio Histórico

e Cultural da Arquidiocese do Rio de Janeiro e seu Interesse

Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design sem nome.jpg
Design%20sem%20nome_edited.jpg